MONTAR UM COMPUTADOR GAMER: FONTE DE ALIMENTAÇÃO

fonte

No artigo anterior falamos de processador, envio um breve resumo abaixo, hoje queremos falar de fonte.


O processador deve ser capaz de tirar “todo o potencial” da placa de vídeo, quando o processador é muito inferior e não consegue processar todo o poder da placa de vídeo temos as travadas nos jogos. Isso se chama GARGALO.


Fonte de  Alimentação

fonte

A fonte de alimentação é o dispositivo responsável por fornecer energia elétrica aos componentes de um computador. Portanto, é um tipo de equipamento que deve ser escolhido e manipulado com cuidado, afinal, qualquer equívoco pode resultar em provimento inadequado de eletricidade ou em danos à máquina, mas a potencia de uma fonte não pode ser o único fator a ser lembrado no ato da compra. Saiba mais…

Como já dito, as fontes de alimentação são equipamentos responsáveis pelo fornecimento de energia elétrica aos dispositivos dos computadores. Para isso, convertem corrente alternada (AC –Alternating Current) – grossamente falando, a energia recebida por meio de geradores, como uma hidroelétrica – em corrente contínua (DC – Direct Current), uma tensão apropriada para uso em aparelhos eletrônicos. Assim, a energia que chega nas tomadas da sua casa em 110 V (Volts) ou 220 V é transformada em tensões como 5 V e 12 V.

Alem disso, por se tratar de um equipamento que gera campo eletromagnético (já que é capaz de trabalhar com frequências altas), as fontes devem ser blindadas para evitar interferência em outros aparelhos e no próprio computador.

Eficiência das fontes de alimentação

Esse é outro aspecto de extrema importância na hora de escolher uma fonte. Em poucas palavras, a eficiência é uma medida percentual que indica o quanto de energia da rede elétrica, isto é, da corrente alternada, é efetivamente transformada em corrente contínua. Para entender melhor, vamos a um rápido exemplo: suponha que você tenha um computador que exige 300 W, mas a fonte está extraindo 400 W. A eficiência aqui é então de 75%. Os 100 W a mais que não são utilizados são eliminados em forma de calor.

Com base nisso, perceba o seguinte: quanto maior a eficiência da fonte, menor é o calor gerador e menor é o desperdício de energia, fazendo bem para o seu bolso e evitando que seu computador tenha algum problema causado por aquecimento excessivo. Por isso que eficiência é um fator muito importante a ser considerado. Fontes de maior qualidade tem eficiência de pelo menos 80%, portanto, estas são as mais indicadas. Fontes com eficiência entre 70% e 80% são até aceitáveis, mas abaixo disso não são recomendadas. Por isso o selo de 80 plus.fonte

A fonte deve ter energia suficiente para não prejudicar o seu equipamento, as fontes indicadas são as que tem PFC ATIVO e selo 80plus este selo garante que a fonte entregue sempre acima de 80 % de energia de sua capacidade.

 

Power Factor Correction (PFC)

O PFC (Power Factor Correction ou, em português, Fator de Correção de Potência) é, em poucas palavras, um meio de permitir o máximo de otimização possível na distribuição de energia. Vamos entender melhor: dispositivos constituídos por motores, transformadores, reatores, entre outros, lidam com dois tipos de energia: ativa e reativa. A diferença básica entre ambos é que a energia reativa é aquela que é utilizada apenas para magnetizar determinados componentes dos motores, transformadores, etc.

A questão é que o excesso de energia reativa pode causar vários problemas, como aquecimento, sobrecarga, entre outros. Isso acontece porque a energia reativa não é energia de “trabalho”, cabendo à energia ativa esse papel, mas pode utilizar recursos que poderiam ser dedicados a esta última. Por isso, quanto menos energia reativa for usada, melhor.

Fontes com chave de seletor de voltagem

Geralmente fontes com chave de seletor de voltagem já fica claro que não tem pfc ativo, logo, devem ser evitadas. Trata-se de um padrão que faz uso de capacitores e indutores no processo de conversão de energia e recebe esse nome por possuir, “grossamente” falando, um controle de chaveamento que “liga e desliga” a passagem de energia de forma a gerar e fixar uma tensão de saída, isso em uma maquina gamer pode não ajudar, pois o consumo de energia nesse tipo de maquinas é alto e pode queimar o capacitor, ocasionando prejuízos no equipamento.

Nota: NÃO USE ESTABILIZADOR! Estabilizadores não devem ser usados em fontes com pfc ativo e selo 80 plus, pois a fonte já faz a correção da tensão e da oscilação da energia necessária.

Use um bom Nobreak para se prevenir ou ligue sua fonte direto na tomada, mas ESTABILIZADOR, nunca!

Marcas Recomendadas: Corsair, CoolerMaster, Xfx, OCZ, Evga e C3Tech

Outras Marcas: Game Max, Power One, Fortrek

Como você deve ter percebido no decorrer do artigo, a fonte de alimentação tem mais importância para um computador do que pensa. Por isso, é necessário direcionar maior atenção a esse item na hora de fazer um upgrade ou montar uma máquina.

Gostou da matéria? Quer montar um pc gamer? Acesse nossa Central de Atendimento

Continue atento e acompanhe as postagens gamer no blog Sr. Computador, a Maior e Melhor Rede de Tecnologia do Brasil, melhor Franquia 2016.

Técnica Sr. Computador

Analista responsável pela tecnologia de todas as unidades Sr. Computador.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *